quinta-feira, 15 de setembro de 2016

CHARAGUA NA BOLÍVIA É O PRIMEIRO NO MUNDO A TER GOVERNO INDÍGENA AUTÔNOMO

Praça de Charagua
O povo de Charagua, que tem o significado espanhol de "Aurora", no sudeste da Bolívia, é o primeiro no mundo a ter um governo indígena autônomo. A etnia Guarani, a maioria do município, vai, de forma inédita, garantir uma administração com costumes ancestrais, sem entrar em conflito com normas nacionais e regionais do país. O processo eleitoral, que vinha acontecendo desde agosto, encerrou no último domingo (11).
Com isso, foi formado o "Autogoverno da Autonomia Indígena Guarani Charagua lymbae. "É a primeira no país e no mundo", informou o diretor nacional de Autonomia Indígena Originária Campesina do Ministério de Autonomias, René Laime. Segundo ele, há sete anos os povos da região de Santa Cruz (leste), da qual faz parte Charagua, município emancipado em 1935, que preserva até hoje prédio com buracos de balas da Guerra do Chaco, buscava uma forma de governo que recuperasse a visão de povo e nação guaranis.
O primeiro passo foi a redação do estatuto regional de autonomias. A nova Constituição boliviana, que ainda não tem 10 anos, garante aos povos e nações Indígenas Originárias Camponesas (IOC) a garantia de formação de Autonomia Indígena Originária Camponesa, ou seja o exercício do livre controle das regiões, municípios e territórios onde habitam.
O vice-ministro do Ministério das Autonomias, Gonzalo Vargas, disse que os povos indígenas adotam o modelo comunitário de organização, onde os direitos individuais de cada cidadão estão subordinados à decisão coletiva. 
Charagua, o maior município da Bolívia, com 74 mil quilômetros quadrados, faz fronteira com o Paraguai e tem uma população de mais de 30 mil habitantes.

Com base em reportagem do Diário de Pernambuco
Foto: Captura do computador do site Wikipédia -

Nenhum comentário:

Postar um comentário