sexta-feira, 24 de junho de 2016

MORTALIDADE POR INFARTO DIMINUI NOS ESTADOS UNIDOS GRAÇAS A SONDAGEM

Segundo Reportagem da Rádio CBN, feita com o médico Luis Fernando Correia, um estudo que acompanha há três décadas quase 10 mil pessoas conclui que a prevenção primária é a principal responsável pela queda na mortalidade por infarto. As mortes por doença cardiovascular diminuíram entre 40% e 50% graças a essa sondagem feita, acompanhada por campanha de informação.
Uma pesquisa mais recente avaliou 13 mil pacientes com infarto agudo e mostrou que a ocorrência do choque cardiogênico (uma dificuldade do coração bombear o sangue), também vem declinando. 
Luis Fernando Correia disse que antes as pessoas tinha ameaças ou pequenos infartos não tão complicados e ficavam em casa, não procurando atendimento. A utilização do eletro cardiograma, como principal diagnóstico, agora acompanhado com exames complementares de verificação de dosagens no sangue, o eco feito à beira do leito e até a medicina nuclear são os responsáveis por essa diminuição.
O fator de risco e seu controle são os frutos mais importante do estudo, que teve junto uma campanha de divulgação e de mobilização da sociedade científica, conseguindo alcançar um número maior de norte-americanos.
Um outro dado chamou a atenção: manteve-se a proporção de um número estável de internações, até com um crescimento, mas a novidade de método do diagnostico do infarto, com a descoberta dos marcadores de sangue, novos aparelhos para a realização de eletros e acompanhamentos confirmaram os bons resultados. 
Com base em reportagem da CBN - Mortalidade por infarto vem caindo nos Estados Unidos -

Nenhum comentário:

Postar um comentário