quarta-feira, 9 de março de 2016

PESQUISA COM BRASILEIROS APONTA QUE TV E CINEMA TRABALHAM CONTRA A MULHER

Há praticamente 100 anos é comemorado o Dia da Mulher e sempre a data é lembrada com diversas ações e citações sobre o sexo feminino. Este ano, conforme a Agência Brasil, é anunciado que o cinema e a TV incentivam o desrespeito e o assédio à mulheres em ambientes de trabalho. Isto, de acordo com uma pesquisa feita com cerca de 51% dos brasileiros. Uma porcentagem maior acredita ser elas mostradas de maneira exageradamente sexualizadas no cinema e na TV, “reduzidas a seios e bundas”, com poucas roupas. E pior, aliado a tudo isso, pouco inteligentes.
A pesquisa aponta ainda que quase metade dos brasileiros creem que os programas de entretenimento têm impacto negativo nas práticas de assédio a mulheres nos locais de trabalho. Os dados foram divulgados pelo Instituto Geena Davis, que há mais de dez anos se dedica a estudar e ampliar a presença da mulher no audiovisual no mundo.
A apresentação do trabalho foi feita na sede do Sistema Firjan, no centro do Rio de Janeiro, e contou com um painel de discussão sobre gênero na mídia e maior participação da mulher na cadeia produtiva do setor audiovisual.
do aponta, também, que aproximadamente 65% das mulheres brasileiras têm dificuldade de se identificar com os personagens femininos retratados no cinema e na televisão. Quase 70% dos entrevistados acham que as mudanças positivas no país para a igualdade de gênero, como conquistas profissionais e mais autonomia financeira, são pouco retratadas no cinema e na TV.
Foram ouvidos, aproximadamente, 2 mil brasileiros, em dois momentos. Na primeira etapa, foram feitos grupos para elaboração das perguntas e, depois, uma pesquisa quantitativa por todo o Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário