quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

VAI-VAI GANHA EM SP E EM BARRA MANSA SAUDADE E FLORIANO SÃO OS CAMPEÕES

O Grêmio Recreativo Escola Samba Império de Saudade venceu o Carnaval de Barra Mansa. O desfile das escolas foi no domingo, os outros dias foram dos blocos. Dos que concorreram, União de Samba de Floriano - que se lançou este ano na disputa, sagrou-se campeão. Em São Paulo, a Vai-Vai, depois do jejum forçado de três anos, ganhou, interrompendo a sequência de campeonatos da Mocidade Alegre.
A escola de samba do bairro Saudade, um dos mais antigos da cidade, vence pela terceira vez, assim como a Mocidade Paulista, que seria tetra caso vencesse. Foi uma apuração apertada e a Mocidade esteve todo tempo na frente, somente no último quesito veio o resultado favorável à Vai-Vai, que neste 2015, completa a sua 15ª vitória. É a escola que por mais vezes foi campeã paulista.
A Império de Saudade concorreu apenas com Grêmio Recreativo Escola Samba de Vila Maria. A disputa ficou apenas entre as duas escola, pois as demais não desfilaram por problemas financeiros, conforme revelou à imprensa a Fundação Cultura de Barra Mansa.
Enquanto a Escola de Bixiga, distrito de Bela Vista paulista, concorre atualmente com cerca de 3000 componentes; os carnavalescos que desfilaram nas duas escolas do carnaval barra-mansense não passaram de quinhentos. Tanto os blocos como as escolas foram avaliados no quesito samba-enredo, bateria, fantasia, harmonia, mestre-sala e porta-bandeira.
No concurso de blocos, em segundo lugar ficou o Império da Banda G, campeão no ano passado, e em terceiro Acadêmicos da Periferia Leste. O Pulo do Sapo, campeão do carnaval de 2013, conquistou a quarta colocação. 
A Liga das Entidades Carnavalesca de Barra Mansa (LEC/BM), com o apoio da Prefeitura, organizou o Carnaval da cidade. 
Vai-Vai - Com o enredo em homenagem à cantora Elis Regina, que se estivesse viva completaria 70 anos, a escola do bairro Bixiga levou para a avenida um samba exaltando a músicas da diva, considerada uma das melhores cantoras brasileiras. Confirmou em suas alegorias, fantasias e carros alegóricos “que o show de todo artista tem que continuar”. 
O samba foi cantado pela multidão, principalmente na parte que entoava o coro de uma das melodias de Elis e os carros, com suas músicas, como “Um Trem para as Estrelas”, “Meu Brasil Brasileiro e Guerreiro” e “Trem Azul”, puxando“ o “Alô Alô Marciano”, que trouxe um grande extraterrestre verde, pareciam contar a sua trajetória. 
Os três filhos da cantora, Pedro, Maria Rita e João, desfilaram e se surpreenderam com a vitória da escola, cuja maioria dos títulos ganhos foi homenageando pessoas, conforme lembrou um membro da escola. A Vai-Vai também lembrou a luta de Elis contra a ditadura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário