domingo, 18 de maio de 2014

SE NÃO SE TEM NADA PARA CELEBRAR, É DIA DE AGRADECER

Na primeira quinzena deste mês, li jornal da região uma comemoração que não sabia. Participo-a, aqui no Blog, para que cheguemos juntos a conclusão do seu real valor: 9 de maio é “Dia do Orgasmo”. Deve-se ter uma razão para ser 9 de Maio, não quis saber, nem pesquisar. Mas, resolvi escrever sobre o assunto, ao lembrar-me da notícia da americana que foi parar no hospital por causa de um orgasmo.
É isto mesmo, uma mulher americana entrou na emergência de uma unidade de saúde nos Estados Unidos por causa do orgasmo que chegou a durar duas horas. Incrível, não é? O caso está no You Tube.
Temos 365 dias no ano, de vez em quando 366, e quase todos os dias são dedicados a alguma coisa. Cada um de nós tem o seu dia, especial ou não; que seja de aniversário ou por um acontecimento marcante, como casamento, nascimento de um filho etc.. Há os dias comerciais, explorado pela sociedade de consumo, como o domingo das mães; com menos apelo, o dos pais e até o das crianças.
Mas, na realidade, todos os dias são - neste mundo capitalista, motivos para se consumir. Afinal, podemos presentear, pelo seu dia, o vizinho, o idoso, o amigo ou as avós; tem até o dia internacional do riso; do trigo; do mel; do fico; da uva, da chuva; do sol e também o dia nacional do choro, só para os brasileiros lamentarem.
Enfim, tem dia para tudo! Mas, falta inventar um: o dia do nada. Aquele em que não se tem nada para celebrar.
Mas, é muito bom que não exista este dia. Afinal, se temos o amanhã para comemorarmos, o ontem para agradecer e o hoje para vivermos, saudemos o dia, não importa dia de que seja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário