quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

LIVROS SÃO CONGELADOS APÓS ALAGAMENTO NA UFRGS

Cerca de 8 mil livros foram parar em um frigorífico - tipo os que conservam carnes – para serem recuperados: técnica considerada inédita no Brasil. Uma infiltração ocorrida na virada do ano, na biblioteca da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), deixou o local inundado. Alguns exemplares tiveram perda total. A parte mais prejudicada foi a dos acervos raros e antigo.
Os livros molhados representam cerca de 44% das obras afetadas e pegaram fungos. Para eliminá-los será preciso o congelamento a uma temperatura de 25ºC. A estimativa da Ufrgs é que cerca de 10% dos livros molhados, aproximadamente 1,8 mil, tenham sido perdidos.
Segundo a diretora de conservação e restauração da Biblioteca Central da universidade, Loreti Mattos, o valor do acervo danificado, entre obras raras, não mais encontradas à venda, é difícil de se estimar.
O alagamento ocorreu na virada do ano, na biblioteca do Instituto de Ciências Humanas e Filosofia (IFCH), localizado no Campus Vale da universidade.
A notícia foi divulgada no jornal Fala Brasil, da Rede Record, e reproduzida a partir do site Correio do Povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário