terça-feira, 23 de julho de 2013

PAPA CHEGA AO BRASIL APÓS ASSINAR QUIRÓGRAFO

O Papa Francisco já chegou ao Brasil para participar da Jornada Mundial da Juventude. Junto com o ele, chega a informação da entrada de uma onda de frio no Sul do país, que vem para o Sudeste. Para celebrar amanhã (24) na Basílica de Aparecida-SP, o pontífice vai, certamente - como já especulam os jornalistas, estar bem agasalhado. Antes de deixar o Vaticano, ele cuidou da parte administrativa: assinou o quirógrafo, documento feito a mão que representa mudanças e visa a criação de uma comissão de especialistas com o objetivo de fazer as reformas.
Enquanto isso, é cobrada da Igreja Católica uma posição sobre os desvios de recursos do Banco do Vaticano. No Brasil, a chamada “Vozes da rua”, se tornou uma preocupação para o governo brasileiro. A presidenta Dilma Rousseff anunciou na semana passada (17), no Itamaraty, que a inflação está dentro da meta.
Em Barra Mansa, o preço das passagens de ônibus, que estava R$ 2,85, baixou para R$ 2,60, em função de as “Vozes da rua”, porém, ainda é uma tarifas mais caras do interior do estado do Rio.

A chegada do Papa levou pessoas às ruas do Rio de Janeiro e uma pequena manifestação ocorreu. Houve uma ação dura da Polícia, conforme demonstra as reportagens e o relato de pessoas atingidas por cassetetes  e por estarem nas ruas. A exemplo da Copa das Confederações, os protestos podem voltar.
O Papa, agora no Brasil, deixou uma incumbência aos especialistas com a assinatura do quirógrafo. Resta ao governo brasileiro iniciativas que tragam realmente a queda nos preços e  a reforma política, tão aguardada no país. Afinal, o dinheiro brasileiro cada dia vale menos e a classe política continua com muitas vantagens, bons salários e com o poder de aumentar seus rendimentos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário