quinta-feira, 4 de abril de 2013

INDIANOS INVENTAM ROUPA ÍNTIMA ANTIESTUPRO

Mecanismo da roupa íntima anti-estupro que dá choques de 3.800 kV criada por estudantes indianos
Mecanismo da roupa dá choques de 3.800 kV 
Três estudantes indianos criaram uma roupa íntima feminina com dispositivo antiestupro que tem GPS e pode dar choques nos agressores. O aparelho, ligado a uma lingerie por fios, é um dos ganhadores do prêmio indiano de tecnologia Gandhian Young Technological Innovation Award.
Manisha Mohan, uma das idealizadoras do produto, disse ao jornal "Times of India" que o mecanismo tem GPS integrado, é sensível à pressão, é capaz de emitir até 82 choques de 3.800 kV e pode mandar mensagens de texto para familiares e polícia em casos de emergência.
Os circuitos que podem emitir choques ficam localizados perto da região dos seios porque, segundo pesquisas citadas pelos estudantes, esta é a área que costuma ser atingida primeiro durante agressões.
Os jovens criadores estudam na universidade SRM, em Chennai: Niladri Basu Bal é estudante de engenharia aeronáutica e Manisha Mohan e Rimpi Tripathi cursam engenharia de controle e instrumentação.Eles defendem no projeto do produto que "legisladores demoram muito para inventar leis e, mesmo assim, mulheres estão em perigo. Portanto, nós promovemos a ideia de auto-defesa que protege a mulher do abuso em casa, na sociedade e no trabalho".
A organização que premiou o produto avaliou que ele ainda precisa ficar mais compacto. Os jovens planejam integrar funcionalidade Bluetooth ao aparelho para conectá-lo a smartphones para ele emitir mensagens de texto mais rapidamente.
Protesto - Em dezembro de 2012, o estupro de uma jovem de 23 anos em Nova Déli provocou protestos populares e um debate sem precedentes sobre a situação da mulher na Índia. Desde então, a imprensa indiana publica diariamente denúncias de violações registradas em todo o país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário