quinta-feira, 7 de julho de 2016

AFTA, DIZ R7: É UM TORMENTO SILENCIOSO NA BOCA QUE NÃO PASSA DOS 5 MILÍMETROS

2
Criança com afta no lábio interno inferior
Foto: R7
Assunto do R7, da TV Record, é sobre um desconforto que ocorre com muitos no dia-a-dia. As aftas: como lidar com elas? E como curá-las? A reportagem começa com a afirmação, ou indagação, de "quem nunca teve uma na vida", acrescentando ser um tormento silencioso. Por menor que seja, e normalmente não passa dos 5 milímetros, a afta é um incômodo que lembra à sua vítima a todo momento de sua presença, especialmente, na hora do lanche. 
De acordo com especialistas, a afta aparece na boca por várias razões, que vão do descontrole imunológico à deficiências nutricionais (especialmente de ferro e vitaminas do complexo B). A sua causa está relacionada também ao estresse e à hipersensibilidade a alguns alimentos, além de predisposição em áreas de mucosa mais fina e genética e assim por diante.
O detalhe é que, independente do motivo que a provocou, a afta vai surgiu justamente em áreas mais finas e mais ácidas da boca. É muito comum surgir entre os dentes e a pele interna abaixo do lábio interior. Mas, o grande problema desse aparente pequeno incômodo é que ele persiste por vários dias. Pode durar de 7 a 10 dias, caso se prolongue mais que isso, é aconselhável procurar um dentista ou um estomatologista.
"Com certeza, ao longo de sua vida, você deve ter provado uma infinidade de remédios caseiros indicados por sua avó, por sua mãe, tia, tio, e assim por diante. Mas, a verdade é que poucos deles, ou quase nenhum, servem para cicatrizar a afta", atesta a reportagem.
Mas, segue a sugestão, que diz: "salve uma das receitinhas mais popular, o bicarbonato de sódio, que segundo especialistas, alivia a dor e age alcalinizando a acidez do local a boca atingido, fazendo com que a ferida se cure mais rapidamente".
Todavia, é bom buscar uma orientação médica, afinal, segundo os médicos, muitas vezes, analgésicos são recomendados e, em casos mais graves até mesmo pomadas de corticoides devem ser usadas.
Texto com base em Reportagem do R7 (TV Record) - 
Foto: R7 -

Nenhum comentário:

Postar um comentário