sábado, 16 de maio de 2015

A EUROPEIA FAFE ANIVERSARIA JUNTO COM SÃO PEDRO DA ALDEIA E NOVA FRIBURGO

A cidade de Fafe, em Portugal, completa 502 anos. Não conheço, nem faço ideia de como seja, sei apenas que permanece como uma cidade pequena aos moldes, de cidade como Quatis, Pinheiral e outras recém-emancipadas na região. Duas cidade brasileiras, São Pedro da Aldeia e Nova Friburgo, também aniversariam hoje e apesar de populações muito maiores, não têm a tradição e história do concelho de Fafe.
A cidade foi fundada 13 anos após a chegada dos portugueses ao país, em 1500. E apesar disso, tem prédios centenários que copiam a arquitetura brasileira. Isto porque o Brasil vai receber no decorrer de sua história, muitos emigrantes europeus, inclusive de Fafe. 
Um fato interessante é que, em 1858, um grupo de emigrantes fafenses do Rio de Janeiro faz a viagem de volta, com a iniciativa de construir lá um hospital aos moldes do da Beneficência do Rio de Janeiro. Quem for àquela cidade europeia  vai encontrar, portanto, o hospital São Jose da Misericórdia de Fafe.
O site do cinquentenário município informa que a cidade tornou-se cosmopolita ao final de 1800, quando investidores emigrantes saem do Brasil em direção a Fafe e passam a construir luxuosos casarões e palacetes. 
Construções que também são encontradas nos municípios brasileiros de São Pedro da Aldeia e de Nova Friburgo, oficialmente emancipados, em 1617  e 1818, respectivamente. As duas cidades do Brasil também fazem aniversário juntas com Fafe. Parabéns, portanto, a Fafe, e as brasileiras São Pedro da Aldeia e de Nova Friburgo. 
Apesar de na primeira existir a famosa Casa da Flor, construída em 1912, com cacos de vidros, louças e objetos retirados do lixo, é Nova Friburgo que é considerada cidade das flores, sendo a segunda maior produtora de flores do país, só perdendo para a paulista Holambra.
Esta, os barramansenses já ouviram falar, pois há alguns anos nas comemorações de aniversário de Barra Mansa, em outubro, a cidade se faz presente com sua exposição de flores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário