segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

SUPERBACTÉRIA AMEAÇA PROVA DE VELA NOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016 NO RIO

A superbactéria encontrada por pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz, no final do ano passado, nas águas poluídas do Rio Carioca, na Praia do Flamengo, conforme dados do Ministério da Saúde, matou 106 pessoas em 2010 e 2011 no Brasil. A bactéria, resistente a antibióticos, pode causar infecções urinárias e foi encontrada também na Praia de Botafogo. Entre as duas praias, está a região de Marina da Gloria, onde serão realizadas as provas de vela dos Jogos Olímpicos de 2016.
Em 2010, o laboratório de pesquisa em Infecção hospitalar do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fioxcruz) publicou um artigo científico apontando a presença destas superbactérias no esgoto hospitalar carioca, mesmo após o tratamento. Cientistas do IOC divulgaram a informação no final do ano a passado e o resultado do estudo foi enviado as autoridades de saúde.
A possibilidade de disseminação é muito grande e essas bactérias, conforme revelou à imprensa o laboratório, são produtoras de uma enzina denominada KPC, muito resistente a antibióticos. A sua presença no meio ambiente, há alguns anos, preocupa cientistas.
Há um alerta de que a contaminação do meio ambiente ocorreu por vazamento de resíduos hospitalares. Uma vez contaminada, a pessoa pode sofrer os efeitos da doença, ou não, conforme disseram os pesquisadores. 
O Rio Carioca, onde o micro-organismo foi encontrado - na foz do rio, antes da Praia do Flamengo, passa por diversos bairros da cidade do Rio de Janeiro, locais muito frequentado por banhistas e pescadores.
Um estudo feito por estudantes da UFRJ, em parceria com Inea (Instituto Estadual de Meio Ambiente), constatou a contaminação também na Praia de Botafogo.
A ameaça aos jogos, entretanto não foi mencionada por toda a imprensa carioca, mas sabe-se que os jogos não poderão ocorrer na Baia da Guanabara, por causa da poluição. Conforme o Jornal O Povo do Rio, o comitê organizador dos Jogos, entretanto, não se pronunciou sobre a descoberta da superbactéria.
Fonte: O Globo, O Povo online, EBC Brasil e O Dia -

Nenhum comentário:

Postar um comentário