quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

CEIVAP CONVOCA MUNICÍPIOS PARA SE UNIREM EM DEFESA DO RIO PARAÍBA DO SUL

O encontro foi no auditório do Parque Ecológico, em Saudade
Organizada pela Ceivap (Comitê de Bacia da Região Hidrográfica do Médio Paraíba), foi realizada no Parque Ecológico, em Saudade, Barra Mansa, uma reunião de trabalho para que os municípios cobrem das autoridades a não transposição do Rio Paraíba do Sul. O diretor-executivo do Comitê e presidente da agência apoiadora (Agevap), André Luis de Paula Marques, ressaltou que há 84 anos, não ocorria uma seca como a de 2014. 
Foi levantando que os municípios precisarão de cerca de 9 milhões para melhorar a captação d'água do Rio Paraíba do Sul. O encontro serviu para um explanação geral ocasionada pela seca histórica. 
André Luis apresentou um balanço da situação da bacia, dos problemas de falta d'água para abastecimento na região do médio paraíba, para a geração de energia e dos riscos de que ocorram no Estado do Rio os mesmo problemas da Cantareira, em São Paulo.
Justificando o motivo do encontro e o convite feito a todos os prefeitos dos 19 municípios que fazem parte da bacia, a presidente do Ceivap, Vera Lúcia Teixeira, disse, ao abrir os trabalhos, que a redução da capacidade represa Santa Cecília de 140m³/s para 110m³, proposta pela ANA (Agência Nacional de Água), vai trazer sérios problemas para a região e por isso é muito importante a união de todos os municípios.
No evento, estiveram representantes de pelos menos 13 municípios, mas, apesar da importância, poucos prefeitos compareçam: o prefeito-anfitrião de Barra Mansa, Jonas Marins, o de Pinheiral, Jose de Arimateia e Bruno de Quatis. 
A mesa que abriu os trabalhos reuniu os três, mais o representante da CEDAE/RJ, Luis Antônio. De acordo com Andre Luis, os prefeitos unidos podem cobrar do governador e ou estipular quem vai pagar a contar.
Reportagem e fotografia: Cesar Dulcidi -

Nenhum comentário:

Postar um comentário