sexta-feira, 11 de abril de 2014

CRIME VIOLENTO TORNA-SE UMA PRAGA EM TODO O MUNDO

O analista do escritório da ONU de Crimes e Drogas (UNODC), Jean-Luc Lemahieu, disse em entrevista FolhaPress que o crime violento tornou-se uma praga em todo o mundo. Demonstrando preocupação com o aumento da morte de mulheres por violência doméstica, um índice de 15% com relação ao número de homicídios em todo o planeta, ele faz uma dramática revelação: a própria casa pode ser o lugar mais perigoso para o sexo frágil.
De posse da pesquisa que aponta a América como o continente com a maior taxa de homicídios dolosos, ele explicou que os crimes são mais frequentes nas cidades, que na zona rural. Os países em desenvolvimento são mais suscetíveis à violência. 
Outro dado, assustador, relacionado com a realidade brasileira, é o de que nos países subdesenvolvidos, os homicídios, quando julgados, terminam sempre com uma condenação menor. No quesito impunidade, a América também amarga os piores índices: apenas 24% dos responsáveis por crimes são condenados. 
Os dados são do UNODC, que informa ainda ser a América Latina a região mundial onde estão concentradas as cidades com maiores índices de mortes violentas e a tiro.
Conforme reportagem reproduzida neste blog, na lista das 10 cidades mais violentas do mundo, três estão no Brasil. Honduras é o país campeão em mortes violentas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário