segunda-feira, 25 de novembro de 2013

PRESENÇA NO MOVIMENTO LGBT É IGUAL EM 'BM' E EM 'VR'

Kika apoiou o evento
Deu empate o Orgulho Gay de Barra Mansa e de Volta Redonda: ambas, conforme órgão oficiais e organizadores, receberam nas passeatas cerca de 2 mil pessoas. Na Cidade do Aço, ontem (23), o publico colorido desfilou sob chuva, da Vila Santa Cecília à Praça Pandiá Calógeras. Há boatos que a próxima Parada será em Barra do Piraí. O evento teve como tema “Cidade Cidadã e Sem Homofobia” e contou com participantes que estiveram nos três encontros LGBT ocorridos na região.
Parada partiu da Pça. Stª Cecília
De acordo com a Wikipédia, orgulho gay ou orgulho LGBT conceitua que lésbicas, gays, bissexuais e transexuais devem ter orgulho da sua orientação sexual e identidade de gênero, reafirmando que a diversidade é uma dádiva. O movimento, em sua característica mais moderna, começou após a Rebelião de Stonewall, em 1969, quando homossexuais enfrentaram a polícia novaiorquina.
Muito colorido na I Parada Gay de Volta Redonda
Segundo o Diário do Vale, a realização do evento, em Volta Redonda, partiu da Associação Colorindo de LGBT do Sul Fluminense, com o apoio do coordenador do Programa Rio Sem Homofobia, Cláudio Nascimento, que esteve na Parada, e da coordenadora municipal da Juventude, jornalista Kika Monteiro.
- Eventos como a parada gay ajudam a fortalecer a autoestima dos homossexuais, além de fortalecer aqueles que acreditam na luta pelos seus direitos, afirmou Claudio Nascimento.

Texto construído com base em reportagem de o Diário do Vale e a Enciclipédia Wikipédia - Fotos de Kika Monteiro postada em seu facebook (enviadas pelo musico Adriano Jeferson)

Nenhum comentário:

Postar um comentário