terça-feira, 24 de setembro de 2013

NO SUL, SUSPEITA DE FRAUDE EM LICITAÇÕES D’ÁGUA

Porto Alegre - A Polícia Civil do Rio Grande do Sul descobriu um esquema de fraudes em licitações para contratação de serviços de tratamento de água em diversos municípios do Estado. Um parecer, assinado pelo novo vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio Aragão, sustenta haver indícios de irregularidades na obtenção de assinaturas de apoio à criação do partido. As suspeitas de fraudes nas fichas de apoio apresentadas à Justiça Eleitoral pairam, principalmente, em Suzano e Várzea Paulista.
Existem indícios, também, de que teria sido utilizado um sindicato ligado aos servidores do Legislativo da União para conseguir as assinaturas. Para ter o direito de lançar candidatos na eleição de 2014, o Solidariedade, do deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), prazo pode ser exíguo. 
O plenário do TSE vai decidir se o processo será ou não convertido em diligência. Para Aragão, os fatos noticiados tem de obter o registro junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até o final da próxima semana. Mas, diante do novo parecer do Ministério Público, o no processo do Solidariedade "dão conta da ocorrência de eventos capazes de macular o pedido de registro do partido requerente". Por esse motivo, ele sugeriu a realização de diligências junto às zonas eleitorais.

Fonte: site Revista Exame

Nenhum comentário:

Postar um comentário