terça-feira, 27 de agosto de 2013

PÁSSAROS E UM JABUTI SÃO APREENDIDOS EM BARRA MANSA

Manter animais silvestres em cativeiro, sem licença, é crime
Os fiscais ambientais de Barra Mansa continuam apreendendo animais proibidos ao cativeiro. Em uma nova operação comandada pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, realizada na primeira quinzena de julho, foram apreendidos dezessete pássaros silvestres e um jabuti. As aves, da espécie coleiro papa-capim e o jabuti estavam em cativeiro em duas residências, respectivamente, nos bairros Vila Principal e Santa Clara.

Em diligência nos bairros, os fiscais encontram os animais, que foram levados para o Parque da Cidade, onde há um local preparado para tratamento e alimentação. A seguir, os bichos foram conduzidos ao Centro de Triagem de Animais Silvestres de Seropédica, órgão do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente preparado para receber, reabilitar e dar destino aos os animais silvestres provenientes de ações da fiscalização, resgates ou entrega voluntária por particulares.

O artigo 29 da Lei Federal 9.605, de 1998, regulamentada pelo artigo 24 do Decreto 6.514, de 2007, estipula que, manter animais silvestres em cativeiro sem a devida licença e/ou autorização do órgão competente é crime. A multa pode variar de R$ 500 à R$ 5,5 mil por espécie, e o infrator poderá ainda responder administrativa e criminalmente.

As denúncias podem ser feitas na secretaria municipal de Meio Ambiente, através do telefone (24) 3322-9100, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17horas. Aos sábados, domingos e feriados; e após 17horas, elas são recebidas pelo telefone (24) 3322-7817.
Fonte e Foto - Jornal a Voz da Cidade, de Barra Mansa

Nenhum comentário:

Postar um comentário