segunda-feira, 3 de junho de 2013

BRASIL OCUPA A 69ª POSIÇÃO NO ÍNDICE CORRUPÇÃO


594 vassouras - uma para cada parlamentar - simbolizam grito contra a corrupção no jardim da Esplanada dos Ministérios, nesta quarta
O Brasil ficou em 69º lugar - entre 176 países - no Índice de Percepção da Corrupção. Na América do Sul, ocupa o terceiro lugar.  A edição deste ano do projeto da ONG Transparência Internacional conferiu ao Brasil a nota 43, em uma escala de 0 (mais corrupção) a 100 (menos corrupção). Ele compartilha com a África do Sul a liderança das nações que integram os Brics, países emergentes que mais crescem no mundo: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.
As informações são da ONG Contas Abertas. Na posição de terceiro melhor do continente, o Brasil perdeu para Chile e Uruguai (72 pontos cada, dividindo a 20ª posição), que tradicionalmente lideram a América do Sul no índice. Atrás ficaram, pela ordem: Peru (38 pontos, 83ª posição), Suriname (37, 88ª), Colômbia (36, 94ª), Argentina (35, 102ª), Bolívia (34, 105ª), Equador (32, 118ª), Guiana (28, 133ª), Paraguai (25, 150ª) e Venezuela (19, 165ª).
Criado em 1995, o Índice de Percepção da Corrupção é um projeto anual da ONG Transparência Internacional que classifica os países de acordo com o nível de corrupção que se percebe nos governos de cada um. O índice é montado combinando-se pesquisas internacionais de diversas entidades especializadas no setor.
Segundo a Transparência Internacional, escolheu-se montar uma classificação subjetiva, baseada em níveis percebidos e aparentes, porque a corrupção é uma prática que não deixa dados empíricos sólidos para serem analisados. A partir de 2012, a fórmula para a construção do ranking do Índice passou a ser simplificada e a usar, para cada país, dados apenas do ano corrente. De acordo com a ONG, essa nova metodologia refletirá melhor as transformações de cada país na luta contra a corrupção e também permitirá comparações ano-a-ano mais claras e diretas.

Fonte e Foto: site Veja Abril -

Nenhum comentário:

Postar um comentário