quarta-feira, 13 de março de 2013

ESPECULAÇÕES FAZEM AS NOTÍCIAS DO CONCLAVE

Neste treze do três de dois mil e treze o mundo ainda está sem o Papa. Aliás, foram poucas as vezes que o escolhido surgiu no 1° Conclave. As especulações fazem a notícia, na visão do historiador da Unicamp Leandro Karnal, em entrevista ao Programa “Entre Aspas” da TV Globo News. Ele disse que a Igreja Católica é uma grande marca e a mãe da propaganda. E que se precisa eleger um líder que não seja um profeta, o que seria um desastre.
Quanto as especulações, segundo ele, a maioria dos conclaves sempre teve um cardeal africano, latino e dos Estados Unidos com chance, mas no final prevaleceu o conservadorismo. Sobre a perda de católicos no país, isso não é exclusividade da Igreja, as instituições do país - sindicatos, associações, entidades de classe e de participação popular, se encolheram.
Para a maioria dos especialistas, os maiores desafios  da Igreja não estão na perda de católicos, mas em questões como a sexualidade dos padres, a liberação do aborto e o casamento gay. É por aí, que muitos acham, que passa a decisão do Conclave. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário