sexta-feira, 13 de agosto de 2010

BEBIDA COMO ANTÍDOTO PARA CURAR RESSACA

Uma bebida francesa, com gosto de pera, vendida em garrafas de 30 ml promete curar ressaca. É isso mesmo! A novidade não está no ato de beber, afinal todo “bom” bebedor “toma uma” (ou outras), no dia seguinte para curar a bebedeira. O detalhe é que essa bebida não é alcoólica: é feita com água, frutose, chá, aromas e antioxidante e conservante, como quase todas as bebidas. O nome dela na França e Security e lembra um chá. A garrafa sai a quinze reais e no mês passado foram vendidas 25 mil no Brasil, mas há seis meses elas são comercializadas no país por sistema on-line e lojas de conveniência do Rio de Janeiro. Entretanto, a comercialização em massa vai ser São Paulo, já em Setembro, quando sua venda começará também nos Estados Unidos.
De importada da França, o aperitivo será produzido no interior de São Paulo, por quatro sócios brasileiros. Um deles, Samuel Goldstein, descobriu a bebida numa revista de celebridades francesa em 2006. “Vamos importar apenas o xarope, que representa 5% da fórmula. Nossa margem de ganho deve crescer 30%”, afirmou Goldstein. Os empresários já investiram R$ 5 milhões para produção e venda da Security no Brasil e a mesma quantia foi empregada na expansão continental do produto.
A expectativa é de que até o fim de 2011, a venda mensal da Security chegue a um milhão de garrafas. Segundo Goldstein, 15 milhões de garrafas são consumidas em 25 países por ano.

Texto Adaptado de reportagem de MARIANA SCHREIBER E GRAZIELLE SCHNEIDER
DE A FOLHA DE SÃO PAULO - PUBLICADA EM O8 DE AGOSTO DE 2010.


ANVISA
Security está na mira da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Embora a importação da bebida esteja liberada pelo Ministério da Agricultura, a Anvisa e o próprio ministério dizem que a autorização não permite que a empresa prometa a cura da ressaca. "Se o produto está em situação legal, pode ser comercializado com a função única de saciar a sede. Qualquer propaganda que remeta a alegações terapêuticas pode configurar infração", diz nota divulgada pela Anvisa.

Especialistas consultados pela Folha questionam a eficácia do Security

Analisando a fórmula da bebida, Ana Lottenberg, professora de nutrição do Hospital Albert Einstein, disse que nenhum dos componentes cura a ressaca. De acordo com os fabricantes, Security é feito de água, frutose, antioxidante INS300, conservadores INS211 e INS202, Camellia sinensis (chá) e aromas.
Segundo Ana, a ingestão de antioxidante em excesso pode até ser prejudicial à saúde. "Não há cura comprovada para ressaca", afirmou ela.
Camila Silveira, psiquiatra da Unidade de Dependência Química do Hospital das Clínicas, disse que hidratar-se e comer bem evitam os efeitos desagradáveis do álcool. Porém, a única solução garantida é beber menos, afirma.
Entre os sintomas da ressaca estão dor de cabeça, náuseas, irritabilidade, sede e fraqueza. Camila explica que isso ocorre porque o álcool causa desidratação, hipoglicemia e deficiência de vitaminas. Sua metabolização também produz substância tóxica que, em excesso, gera desconforto. O consumo excessivo de álcool todos os dias pode levar a doenças crônicas, como hepatite alcoólica, cirrose, câncer, gastrite e úlcera.
"A OMS lista 60 tipos de doenças relacionadas ao uso abusivo do álcool."
A reportagem da Folha testou o produto. De três pessoas, apenas uma não teve qualquer sintoma de ressaca. É provar pra crer. Ou não.

MARIANA SCHREIBER E GRAZIELLE SCHNEIDER DE A FOLHA DE SÃO PAULO de 8 de agosto de 2010.

2 comentários:

  1. AH ta q eu vo ler tudo isso. DICA: diminui o texto e coloque imagens. :) e com conteudo claro. GRATO.

    ResponderExcluir