sexta-feira, 3 de março de 2017

PREOCUPAÇÃO COM MEDICAMENTOS E VACINAS EM BM E VR

Dias antes do Carnaval, a reportagem dos jornais Voz da Cidade Diário do Vale divulgaram notícias das secretarias de Saúde da região. A falta de remédios como Sinvastatina, Insulinas, Omeprazol, entre outros, em Volta Redonda. E em Barra Mansa, sobre a população que fazia fila em frente à Secretaria em busca da vacina contra a febre amarela.  
As dificuldades encontradas por moradores nas duas cidades seria porque muitos estariam tendo que comprar os medicamentos e a vacina. Os jornais ouviram, por intermédio de órgãos ligados, as respectivas secretarias de Saúde de cada município.
Em Volta Redonda, na ocasião, o coordenador da Farmácia Municipal, Sérgio Fabença, informou que havia recebido R$ 250 mil em medicamentos da Atenção Básica e que os mesmos já estavam em processo de distribuição.
Meados de fevereiro, quando feita a reportagem em Barra Mansa, representante da Saúde falou da importância das pessoas avaliarem a necessidade ou não de ter que viajar para áreas de riscos. 
O setor imunológico revelou que passou a receber da Secretaria Estadual de Saúde 600 vacinas por mês para atender a demanda, desde que os casos de febre amarela passaram a ocorrer em Minas Gerais.

Com base em reportagens da Voz da Cidade e Diário do Vale:
Postos de Saúde continuam com falta de medicamentos -
Farmácia popular de VR está sem medicamento para uso continuo -
BM orienta população para evitar correria em busca de vacina -

Nenhum comentário:

Postar um comentário