sexta-feira, 18 de abril de 2014

IRANIANA PERDOA E TIRA DA FORCA O ASSASSINO DO FILHO

Foto: Twitter Revista Época -
O iraniano Balal Abdullah, condenado a enforcamento, recebeu o perdão da mãe da vítima na última hora e acabou se livrando da pena de morte. Ele foi condenado por matar a facadas Abdollah Hosseinzadeh, numa briga de rua, em 2007. A sentença, acompanhada por uma multidão de curiosos, realizou-se em praça pública, na terça-feira (13), na cidade de Nowshahr, no litoral do mar Cáspio, no norte do Irã.
Samereh Alinejad, mãe de Abdollah, perdoou Balal (que estava com olhos vendados aguardando a sentença), depois de esbofeteá-lo no rosto. E se disse aliviada, pois sonhara com o filho dizendo estar em paz, em um bom lugar. Diante do público, além dos olhos vendados, o condenado tinha as mãos amarradas e com uma corda já envolta ao pescoço, implorava por perdão.
Mais tarde, Samereh declarou ao jornal local “Shargh” que o tapa a acalmara e que os parentes, inclusive sua mãe, aconselharam-na a perdoar o criminoso. Ela estava amargurada, pois em 2010 perdeu outro filho jovem, em acidente de moto.
Enquanto o condenado se remexia, suplicando para ser perdoado, ela gritou para o povo, perguntando se “alguém sabia o que era viver numa casa vazia”.

Fonte: Site Folha de São Paulo - Foto: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário